• Amanda Ourofino

Eu ouvi Pied-de-poule? | Gola em crochê


Essa é a minha contribuição para o Desafio Crochet.Land de Abril, que traz a padronagem Pied-de-poule como tendência: uma gola quentinha e fofinha de crochê, que fiz com o fio Urbano da Círculo.


O Pied de Poule (que, em tradução livre, significa “pé de galinha”) é uma estampa que realmente lembra uma pegada de galinha. Em inglês, leva o nome de “houndstooth” (que, em tradução livre, significa “dentes de cães”).


Normalmente é uma estampa em preto e branco e foi muito usada pela aristocracia britânica dos séculos 19 e 20. Porém, a padronagem foi eternizada no mundo da moda graças à francesa Coco Chanel, que a usou em seus ternos femininos de tweed, revolucionando o vestuário dos anos 1920.

Eu sou apaixonada por essa estampa há muito tempo, por isso eu já tinha feito uma gola nessa padronagem há mais de 1 ano atrás. E é ela que eu trago aqui para enriquecer nossos looks de inverno. Aprendi em um vídeo da Bella Coco como fazer os pontos e usei bastante desde então, por isso fique à vontade para aplicar como desejar!


Grau de dificuldade: iniciante (com alguma prática)

Tempo de execução: aprox. 2 horas (dependendo do tamanho da sua gola)


Ah! Se você é canhota(o) não se preocupe, basta seguir o passo a passo normalmente para o lado que você crocheta.



MATERIAIS:


  1. 2 novelos de fio Ubrano (da Círculo), um preto e um marfim (ou branco);

  2. Agulha 10mm;

  3. Agulha de tapeçaria;

  4. Tesoura.


Você pode fazer a gola com outros fios também. No passo a passo vou deixar as medidas (além do número de pontos) da minha gola, para você poder fazer com qualquer fio, mas no mesmo tamanho.


PASSO A PASSO


1.Comecei a minha gola com o fio preto. Esse padrão é múltiplo de 2, com mais 1 correntinha (CORR) na carreira de base. Então faça 10 CORR + 1 CORR (no meu ponto, deu 17cm). Na segunda correntinha contando da agulha, faça 1 Ponto Baixo (PB). Na CORR de base seguinte, faça um Ponto Alto (PA). Siga repetindo a sequência de 1PB e 1PA até o final dessa carreira;


Caso você tenha dúvida nos pontos básicos, clique aqui para aprender;


2. No final dessa carreira, antes de fechar o PA, insira o fio da segunda cor, no meu caso, o fio marfim. Feche o PA com o fio marfim e faça duas CORR. Não esqueça de passar o fio que será conduzido (nesse momento, o fio preto) por dentro da primeira CORR, para que ele fique preso direitinho (olhe nas fotos). Vire o trabalho;



3. Siga fazendo 1PB e 1PA (como na carreira anterior), sempre com o fio da outra cor sendo conduzido por dentro dos pontos. Cuidado para o fio não escapar sem querer (acontece muito! hahaha). Repare que o PB que você faz agora vai em cima do PA da carreira anterior. Vai ser assim em todas as carreiras. No final da carreira, antes de trocar para a outra cor novamente, puxe o fio que está sendo conduzido para não ficar frouxo;



4. Agora vamos novamente trocar a cor e voltar a tecer com o preto. Feche o último PA da carreira com o fio preto (não esqueça de dar uma puxadinha nele). Faça duas CORR, mas não esqueça de trazer o fio marfim para dentro da primeira CORR. Vire o trabalho;



5. Siga fazendo a troca de cor em cada carreira até chegar no comprimento que você deseja. Eu gosto das golas que dão duas voltas no pescoço, então fiz a minha com 1,20m de comprimento. Eu nunca conto as carreiras, apenas vou fazendo até chegar no tamanho que desejo. Lembre-se que normalmente as golas acabam alargando-se com o uso, então se você gosta dela mais justinha no pescoço não faça muito grande;


6. Ao atingir o tamanho desejado, certifique-se de que você acabou na mesma cor da carreira do início do trabalho (no meu caso, o preto). É hora de fazermos a emenda com a outra cor. Feche o último PA da carreira normalmente, vire o trabalho como se fosse começar mais uma carreira, solte o fio preto e faça uma CORR com o fio marfim (apenas uma). Procure o primeiro buraco do lado que será emendado (lá da primeira carreira de todas), como nas fotos;



7. Passe a agulha pelo buraco, lace a agulha com o fio marfim e feche o ponto;


8. Faça agora um PA normal, sem passar na ponta que está sendo emendada, mas pegando no PB da carreira de base (“embaixo”). Em seguida, procure o próximo buraco lá na parte que está sendo emendada (“em cima”). Perceba que há sempre um buraco e um “não buraco” um ao lado do outro. Nossa emenda será sempre nos buracos, ok?



9. Então agora repetimos como fizemos o primeiro ponto de emenda: passe a agulha pelo buraco da outra ponta, lace a agulha com o fio marfim, traga a laçada, lace novamente e feche tudo (como se fosse um PB). Faça um PA normal e em seguida faça novamente o PB que passa pelo buraco da parte que está sendo emendada. Abaixo seguem mais fotos para não haver nenhuma dúvida:



10. Quando chegar no último ponto da carreira, passe a agulha por dentro do buraco como antes, em seguida, passe a agulha no último ponto da carreira “de baixo” (a que você vinha crochetando). Cuidado para não passar a agulha em outro ponto, mas realmente no último da carreira. Lace a agulha com o fio marfim, feche tudo e corte o fio.



11. A sua emenda ficará de um lado como na foto abaixo, à esquerda, mas do outro lado ela fica invisível (foto à direita). Eu opto por usar o lado em que ela fica invisível para fora, assim, não dá para ver a emenda;



12. Agora é hora de arrematar os fios que sobraram. Use sua agulha de tapeçaria para passar os fios por dentro da trama. Recomendo passar praticamente o fio todo e dar uma volta dentro da trama, para ficar bem preso. Você já consegue ver bem a padronagem Pied-de-Poule, né?



Et voilá, como dizem os franceses! Sua gola Pied-de-poule está pronta para ser desfilada por aí. Alguma dúvida de que usarei muito a minha por aqui?


É claro que existe mais de uma forma de fazer essa padronagem, e algumas até ficam com o desenho mais evidentes – seja pelo jeito que é construída a trama ou pelo tipo de fio que se usa – mas eu achei essa maneira bem tranquila de ser feita até porque quem não tem muita experiência com as agulhas.



Não deixe de compartilhar sua gola Pied-de-poule nas redes sociais, me marcando e usando as hastags #desafiocrochetland, #fizcomamandaourofino e #heyourofino!


Participe do grupo fechado no Facebook Desafio Crochet Land, é lá que a mágica acontece!


E se você gostar desse tipo de tutorial, veja os tutoriais disponíveis aqui no blog e na minha loja on-line.


Espero que tenha gostado! Fiz com muito carinho 😉


E não esqueça: respire, não pire e crochete!

Beijos,








OBSERVAÇÃO:

Você pode vender suas golas produzidas a partir dessa receita. Recomendo o valor mínimo de venda de R$ 90,00. Você deve ajustar o valor de acordo com o material usado, o tempo de produção e o tamanho da sua peça. Recomendo ajustar o valor anualmente de acordo com o índice da inflação.


O preço foi calculado com base no tempo de produção, custo do fio e preço de mercado. Dessa forma, respeitamos o mercado e mantemos uma corrente de valorização do trabalho manual. Grandes empresas não estão autorizadas a vender esse produto finalizado, apenas micro/pequenos empreendedores e artesãos, que vendem produtos manuais.


Para saber o tempo que você leva nos seus projetos, precificar e fazer anotações, utilize o aplicativo Crochet Land, disponível para Android e para Iphone.


Não esqueça de compartilhar esse post, assim você ajuda as pessoas a aumentarem o seu repertório e ainda apoia o meu trabalho! Obrigada! <3


151 visualizações
  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

Nascida em Brasília - DF.

Atualmente, moro em Londres.