• Amanda Ourofino

Faixa de cabelo Cobogó | Crochê Tunisiano



Que eu amo faixas de cabelo não é nenhuma novidade, né? Eu fiz uma linda em tunisiano para o curso Crochê Tunisiano Essencial e agora criei um design para disponibilizar aqui no blog, de forma gratuita.


Eu gosto muito de formas geométricas e, inspirada pelos famosos cobogós tão tradicionais em Brasília, a minha cidade natal, incluí um ponto diferente numa cor diferente no design da faxina e no final fiquei com um quadrado bem "cobogó".


Curiosidade: o nome cobogó surgiu das sílabas iniciais dos nomes dos 3 engenheiros que o criaram em Recife, em 1929/1930: COimbra-BOeckman-GÓes (COBOGÓ).


Corredor de cobogós em Brasília.

Foto de Thomas Halfmann, licenciada por creative commons.



Vamos então fazer uma faixa de cabelo Cobogó?



NOTAS


Eu usei uma lã que eu já tinha no meu estoque para fazer a minha Faixa Cobogó. Eu queria aproveitar os novelos abertos que eu ja tinha e também eu queria uma faixinha para usar no frio também. Mas você pode fazer a sua faixinha com o fio que desejar e também com o tamanho que preferir.


O meu fio tem 11 WPI (se você não sabe o que é WPI, leia esse post da Tricopedia) e o seu rótulo indica agulha 4mm. Eu usei a agulha 6.5mm para tecer a parte em crochê tunisiano e a agulha 5.5mm para tecer a borda em ponto baixíssimo (para dar acabamento). Você pode fazer esse projeto com uma agulha normal de crochê sem cabo emborrachado, não precisa ser com agulha de crochê tunisiano.


Você pode fazer a faixa com duas cores ou apenas uma cor, fique à vontade para customizar como achar melhor. ;)


A minha faixa ficou com as seguintes medidas (já pronta): 23 x 8 cm.


Para fazer esse trabalho, utilizamos os Ponto Tunisiano Palito (PTP) e o Ponto Meia Tunisiano (PTM). Você também precisa saber fazer pontos baixíssimos do crochê para fazer a borda do acabamento. Se você não souber, dê uma olhadinha nesse post.


PASSO A PASSO


1.Faça o número desejado de correntinhas iniciais (eu fiz 12). Lembrando que o ponto meia no tunisiano encolhe um pouco a trama, então a medida da peça vai ser menor do que a medida inicial das correntinhas;


2. Faça a carreira de fundação do crochê tunisiano (com o mesmo número de alcinhas sempre - ou seja, o número que você fez de correntinhas iniciais). Se você não souber fazê-la, é só seguir o passo a passo desse tutorial:






3. Agora você irá fazer o Ponto Tunisiano Meia (PTM), que é o ponto do tunisiano que faz o mesmo desenho do ponto meia do tricô. Para fazer esse ponto, você irá passar a agulha por dentro da haste (ignora a primeira haste da borda), mas levando a agulha para a parte de trás do trabalho (atravessando a trama). A agulha vai aparecer lá atrás. Aí basta dar uma laçada e trazê-la para a frente. A laçada trazida ficará entre as hastes paralelas (sempre temos uma haste na frente e outra atrás);


Passe para o lado para ver todas as fotos


4. Ao final da carreira, conte se você tem o número certo de alças na agulha. Repare bem onde passar a agulha para fazer o último ponto, lembrando de deixar o "v" na lateral do trabalho. Em seguida, faça uma laçada e passe em uma alça, depois faça outra laçada e passe por duas alças e siga fazendo essa carreira de retorno normalmente (a mesma que fizemos ali na carreira de fundação);



Passe para o lado para ver todas as fotos




5. Repita as carreiras de PTM até ter o tamanho desejado. Eu fiz 42cm;


6. Para fazer a troca de cor, pegue a COR 02 e feche a carreira (finalize) com uma laçada da nova cor. Agora iremos tecer no Ponto Tunisiano Palito (PTP), ou seja, o ponto básico do crochê tunisiano;



Passe para o lado para ver todas as fotos



7. Eu fiz 6cm de carreiras na COR 02 e depois fiz o arremate;



Arremate









8. Após arrematar, precisamos conectar as duas pontas para fecharmos a nossa faixa. Eu fiz uma costura simples com uma agulha de tapeceiro. É só pegar o tracinho do ponto palito (ignorando a borda mesmo) e o primeiro trapinho do ponto meia e ir passando a agulha de tapeceiro. Quando passar por tudo é só puxar para que a costura se junte e fique invisível.






9. Agora nós vamos fazer o acabamento em crochê tradicional. Troque a agulha para a menor e faça uma borda em toda a volta em ponto baixíssimo. Pode começar por qualquer lugar da faixa. Eu fiz essa borda em ponto baixíssimo na cor 01 (a cor do ponto tunisiano meia) e comecei por um lugar qualquer na mesma cor. Depois fiz o mesmo na outra borda da faixa. Ao final, eu fiz o acabamento escondendo todos os fios.






Você pode ou não fazer a blocagem dessa peça, seguindo as instruções desse post. Eu não bloquei a minha pois o acabamento em ponto baixíssimo e o uso já deixaram a peça no formato desejado. Caso você escolha fazer a blocagem, recomendo que você faça a blocagem molhada mesmo, para que a peça fique firme no formato desejado.






Não deixe de compartilhar suas golas nas redes sociais, me marcando e usando as hastags #fizcomamandaourofino e #heyourofino.


Espero que tenha gostado! Fiz com muito carinho 😉


Lembre-se: respire, não pire e crochete!

Beijos,





OBSERVAÇÃO: Você pode vender suas faixas Cobogó produzidas a partir dessa receita. Recomendo o valor mínimo de venda de R$ 65,00. Você pode ajustar o valor de acordo com o material usado, com o número de peças no conjunto e com o mercado. O preço foi calculado com base no tempo de produção, custo do fio e preço de mercado. Dessa forma, respeitamos o mercado e mantemos uma corrente de valorização do trabalho manual. Grandes empresas não estão autorizadas a vender esse produto finalizado, apenas micro/pequenos empreendedores e artesãos, que vendem produtos feitos à mão. Para saber o tempo que você leva nos seus projetos, precificar sem medo e fazer anotações, utilize o aplicativo Crochet Land, disponível para Android e para Iphone. Não esqueça de compartilhar esse post, assim você ajuda as pessoas a aumentarem o seu repertório e ainda apoia o meu trabalho! Obrigada! <3


495 visualizações

Posts recentes

Ver tudo