• Amanda Ourofino

Gola Avalon | Crochê



Avalon é uma ilha presente nas lendas do Rei Arthur famosa por suas belas maçãs. Ela aparece pela primeira vez no livro Historia Regum Britanniae, de Geoffrey de Monmouth, que é um livro "pseudohistórico" sobre a história britânica escrito entre os anos de 1130 e 1136. Esse livro aborda a vida dos reis dos Bretões durante 2 mil anos, começando com os troianos, que fundaram a nação inglesa, e continuando até o momento em que os anglo-saxões assumiram o controle da Grã-Bretanha, por volta do século VII. Foi considerado um livro de História até o século XVI, mas atualmente não possui mais esse valor. Permanece, no entanto, uma peça valiosa de literatura medieval, contendo uma das primeiras versões da história do Rei Lear e de suas três filhas, e ajudou a popularizar a lenda do Rei Arthur.


Voltando a Avalon, ela aparece como o local onde a espada do Rei Arthur - a Excalibur - teria sido forjada e, posteriormente, para onde Arthur é levado para se recuperar dos ferimentos após a Batalha de Camlann. Dá nome à obra da escritora Marion Zimmer Bradley, As Brumas de Avalon, feita em 4 volumes. Nessa versão, quem protagoniza a história são personagens femininas tais como Guinevere, Morgana e Morgause (entre outras), o que acabou resultando na reelaboração de todo o universo mítico da trama. Se você ainda não leu, recomendo muitíssimo essa leitura!


E foi por gostar muito das lendas do Rei Arthur, ainda mais com a visão feminina da obra de Marion; por Avalon ser esse local místico de recuperação, descanso, fartura, que eu decidi nomear esse projeto assim. Esse aconchego no pescoço que a gola traz é como se fosse a minha Avalon pessoal.


Fazia tempo que eu não criava um modelo de gola em crochê, já que ultimamente eu tenho feito mais o crochê tunisiano. Mas nesse inverno eu queria incluir um tutorial de uma gola bem quentinha, fofinha e bem grudadinha no pescoço. Uma peça que seja prática de usar e de levar na bolsa e, ainda assim, muito aconchegante.


Vamos então fazer uma Gola Avalon?



MATERIAIS


  • 1 novelos de fio aveludado (Fast Fini da Cisne, Veludo Molhado ou Bruma da Círculo) ou do fio Urbano da Círculo

  • Agulha 8mm de crochê

  • Agulha de tapeçaria

  • Tesoura


Observações:

Eu recomendo muito fazer a Gola Avalon com um fio aveludado. Foi o modelo que mais gostei e aquele que eu idealizei desde o início. O fio que eu sei que dá muito certo é o Fast Fini da Cisne, que eu testei nesse modelo, mas eu não tinha na cor que eu queria em quantidade suficiente então tive que usar um fio que encontrei aqui no UK. O fio que eu usei de fato no meu modelo era mais fino que o Fast Fini, então tive que usar ele duplo para ficar exatamente da textura que eu queria, que era uma textura igual ficaria com o Fast Fini. Talvez o fio Bruma da Círculo fique bom também, mas eu esse fio eu nunca tive no meu acervo então não tenho tanta certeza.


E eu fiz ela com o fio Urbano da Círculo também porque é um dos meus fios sintéticos preferidos e eu achei que seria muito bom mostrar como fica a textura em um fio que não é aveludado. Com ele eu usei o fio simples mesmo, porque ele já é grosso o suficiente pro jeito que eu queria a gola.


Outra dica: se você não tiver um fio mais grosso, faça ele duplo ou triplo para que fique bem grossinho mesmo. Essa gola não é um peça solta no pescoço, ela fica bem justinha e "grudada", para esquentar mesmo.


O ponto que faremos é múltiplo de 4. Como faremos uma peça circular, precisamos pensar em grupos de 4 para ficarmos com o trabalho uniforme.


Para fazer esse trabalho, você precisa saber fazer correntinhas e pontos altos. Se você não souber, dê uma olhadinha nesse post.


PASSO A PASSO


1.Faça 44 correntinhas. Precisaremos fechar o círculo, recomendo colocar em cima de uma superfície para ficar mais fácil de visualizar a posição correta e não ficar torcido. Eu coloco a parte dos "Vs" da correntinha para fora;


Passe para o lado para ver todas as fotos


2. Após fechar o círculo, suba duas correntinhas. Siga fazendo 1 PONTO ALTO em cada correntinha inicial. Confira direitinho se no final você tem 44 pontos (no final da carreira pode fazer um no mesmo lugar das correntes de subida, se precisar). Quando chegar no final, feche a carreira fazendo um PONTO BAIXÍSSIMO nas correntes de subida feitas no início e faça mais 2 correntinhas de subida. Você sempre fechará as carreiras dessa maneira;


Passe para o lado para ver todas as fotos


3. Agora você irá fazer 2 PONTOS ALTOS em relevo, na frente. Ou seja, você irá laçar a agulha, passar no ponto alto da carreira anterior (de baixo) pela frente, laçar novamente a agulha, trazer a laçada e terminar o seu PONTO ALTO;


4. Em seguida, faça 2 PONTOS ALTOS em relevo, atrás. Ou seja, você irá fazer agora passando a agulha passando a agulha de trás para frente;


Passe para o lado para ver todas as fotos


5. Assim você vai seguir, fazendo de dois em dois, por toda a carreira. Quando for fechar a carreira, faça como fez antes, feche com um PONTO BAIXÍSSIMO nas correntinhas de subida e faça mais duas correntinhas de subida. As correntinhas de subida ficarão escondidas atrás dos 2 primeiros PONTOS ALTOS em relevo pela frente que fazemos no início das carreiras.


Passe para o lado para ver todas as fotos


6. Siga fazendo as carreiras até chegar no tamanho desejado. Eu recomendo fazer de um tamanho que possa dobrar a gola, para ficar um efeito mais bonito. Para contar as carreiras, conte pelos "tracinhos" dos pontos altos em relevo feitos atrás (olhe aonde a agulha está na foto). Eu fiz 15 carreiras na minha e ela ficou com 25cm x 19cm de tamanho e bem fofinha! A gola feita com o fio aveludado ficou levemente diferente no tamanho, mas a diferença foi bem pequena, cerca de alguns poucos centímetros.



7. Feche a última carreira com um ponto baixíssimo, faça uma correntinha, corte o fio e puxe. Para o acabamento ficar mais bonito, faça um "ponto falso". Coloque o fio na agulha de tapeçaria e passe ele seguindo o desenho do ponto próximo e depois enfiando o fio pela trama para esconder.


Passe para o lado para ver todas as fotos

Você pode fazer a sua gola em duas cores ou até mais. Para isso, troque de cor após 10 carreiras, fazendo as 5 últimas carreiras na outra cor. Caso você queria fazer com 3 cores, recomendo 5 carreiras de cada cor. Para trocar a cor, basta fechar a carreira (com aquele PONTO BAIXÍSSIMO) já na outra cor, subindo duas correntinhas em seguida.


Passe para o lado para ver todas as fotos


Essa ficou parecendo um sorvete napolitano heheheheh <3




Tão fofinhaaaa!


E se você gostou de fazer essa gola, tente fazer também a Gola Pied-de-poule. Ela fica maravilhosa no modelo que dá duas voltas no pescoço.


Não deixe de compartilhar suas golas nas redes sociais, me marcando e usando as hastags #fizcomamandaourofino e #heyourofino.


Espero que tenha gostado! Fiz com muito carinho 😉

Lembre-se: respire, não pire e crochete!

Beijos,





OBSERVAÇÃO: Você pode vender golas produzidas a partir dessa receita. Recomendo o valor mínimo de venda de R$ 65,00 por gola no mesmo tamanho da minha. Aumente o preço de acordo com o tamanho da peça, o valor do material usado e o seu tempo de produção. Ajuste o valor anualmente de acordo com o índice da inflação. O preço foi calculado com base no tempo de produção, custo do fio e preço de mercado. Dessa forma, respeitamos o mercado e mantemos uma corrente de valorização do trabalho manual. Grandes empresas não estão autorizadas a vender esse produto finalizado, apenas micro/pequenos empreendedores e artesãos, que vendem produtos feitos à mão. Para saber o tempo que você leva nos seus projetos, precificar sem medo e fazer anotações, utilize o aplicativo Crochet Land, disponível para Android e para Iphone. Não esqueça de compartilhar esse post, assim você ajuda as pessoas a aumentarem o seu repertório e ainda apoia o meu trabalho! Obrigada! <3 Eu participo do Programa de Associados da Amazon, um serviço de intermediação entre a Amazon e os clientes, que remunera a inclusão de links para o site da Amazon e os sites afiliados.


464 visualizações
  • Facebook
  • Pinterest
  • Instagram

Nascida em Brasília - DF.

Atualmente, moro em Londres.